Móveis do Escritório, como escolher?

Contate-nos
Categoria:
Notícias

Os móveis são os elementos que tornam o espaço útil e permitem que as atividades sejam realizadas adequadamente. Basicamente, o mobiliário é composto por: mesa (s), cadeira (s), armários, gavetas, prateleiras e divisórias.
Reunimos algumas dicas para ajudar na escolha destes itens:

Mesa
É nela que desenvolvemos as principais atividades de trabalho. Para escolher o modelo adequado, liste quais itens ela deverá apoiar e guardar: computador desktop, notebook, impressora, scanner, espaço para anotações e leituras, telefone. Lembre-se que dependendo do tipo da mesa poderão ser necessários alguns acabamentos como furo para passagem dos fios (computador, telefone, etc.). Exemplos de diferentes modelos de mesas para escritório:

Estação de trabalho
Formatos redondos são ótimos para reuniões e para pequenos ambientes, já formatos em L facilitam a execução de diferentes tarefas como lidar no computador e ter uma bancada livre para anotações. Mesas em L também são boas para trabalhar em equipe, pois facilitam a dinâmica do escritório.

Cadeiras e Poltronas
Este é um dos principais elementos do mobiliário de um escritório: é nela que permanecemos sentados durante muito tempo. Saiba escolher: cadeira ou poltrona?
A “cadeira” possui assento e encosto, possui um tamanho menor que a poltrona, pode ser fixa ou giratória, ter ou não braços. É indicada para atividades que exigem uma maior movimentação, como em recepções. E também para espaços reduzidos.
Já as “poltronas” possuem as mesmas características das cadeiras com o diferencial que são maiores e indicadas para gerentes, diretores, ou seja, o tipo e o tamanho do mobiliário transmite, diretamente, a sensação de importância do cargo.
Para escolher o modelo ideal, responda: Qual será o tipo de trabalho realizado? Exige grande movimentação? Qual o peso e o tamanho do usuário?
Dicas gerais:

  • As cadeiras devem ter alturas ajustáveis (entre 37 e 50cm do piso, segundo a NR 17, norma regulamentadora que estabelece parâmetros ergonômicos), para que as coxas fiquem paralelas ao chão e as panturrilhas a aproximadamente 2 ou 3 cm do início da cadeira.
  • As bordas devem ser arredondadas. Desta maneira o peso do corpo será bem distribuído e a circulação sanguínea favorecida; Lombar apoiada: o apoio deve ter ajuste de altura e de inclinação, auxiliando na sustentação do peso sobre a coluna, evitando dores e desconforto.
  • O apoio deve ter no mínimo 40cm de largura, de acordo com a NR 17; Apoio para os braços: deve ser ajustável tanto na altura, quanto na largura (para permitir que pessoas maiores possam aumentar o espaço da largura da cadeira). Este apoio é necessário apenas para a realização de algumas atividades, como trabalho no computador, para que o usuário possa apoiar os braços de tempos em tempos para descansar; As cadeiras de postos de trabalho devem ter apoio em 5 pés e rodízios com estabilidade, para evitar quedas, revestimento estofado onde ocorrer contato com a pele, permitindo a eliminação do suor, base estofada com material de densidade entre 40 e 50Kg/m³, profundidade útil de 38 a 46cm e largura mínima de 40cm (segundo a NR17);
  • Amortecedores evitam impactos na base da coluna, os quais podem provocar dores de cabeça, na coluna e na visão. Dicas de ergonomia para quem trabalha no computador.

Armários e Estantes Organização
Ter o espaço necessário para guardar o material utilizado facilita a rotina, aumentando a produtividade: encontrar o material de apoio facilmente e ter à sua disposição uma bancada livre agiliza as tarefas e reduz o estresse diário. Para aproveitar o espaço disponível utilize armários do chão ao teto, prateleiras e gaveteiros. Arquivos também são uma ótima opção para organizar diferentes assuntos, inclusive dados de clientes e fornecedores.
Distribuir os itens de acordo com setores também facilita muito a rotina (estoque, material de uso diário, itens de papelaria, etc).

Biombos e divisórias
Estes elementos organizam os espaços em salas e setores, facilitando as circulações e o trabalho dos diferentes departamentos. Traz privacidade ao mesmo tempo que mantém as diversas áreas interligadas, seja fisicamente, seja visualmente. Exemplos de salas criadas através do uso de divisórias de vidro. Biombos conferem privacidade e setorizam os espaços. Móveis Estações de trabalho As estações de trabalho organizam facilmente o espaço e permitem o trabalho de várias pessoas. Dependendo dos setores e da organização das equipes, as mesas podem ser dispostas lado a lado linearmente, ou ainda em nichos, como mostrado nestes exemplos: Há vários modelos de estações de trabalho: um para cada tipo de atividade. Onde encontrar? Soline Móveis

Balcões de Recepção
Este é um ponto focal e merece atenção, pois é o 1º ponto de atendimento de quem chega , poltronas de recepções e esperas devem ser confortáveis. É importante investir neste ambiente, pois ali os cliente ficarão alguns minutos como observadores, analisando móveis, objetos decorativos e sendo sensibilizados pelos sentidos (iluminação, odores, tato).

Materiais e Acabamentos
Há no mercado uma grande variedade de materiais e acabamentos. O ideal é escolher aqueles que transmitem a sensação que se deseja e que tragam o conforto esperado. Madeira: é um material “quente” e confortável, transmite peso e sobriedade. Pode ser maciça, MDF, OSB, etc. Quando utilizada em mesas é ideal para atender clientes, transmitindo confiança e estabilidade (em especial quando o perfil é maior, como 5cm ou mais). Também é indicada para mesas de reunião e para escritórios tradicionais, como de advocacia e administração;.

Móveis de madeira – transmitem conforto
Móveis Vidro –  é um material frio e traz a sensação de contemporaneidade e leveza. Quando combinado com a madeira cria um contraste interessante (harmonioso): material leve e delicado x material bruto e pesado. Quando combinado com o metal, cria um mobiliário muito mais impessoal
Móveis Metal –  é um elemento frio e impessoal, está diretamente relacionado à ideia de tecnologia (alumínio, aço, …). Pode ser combinado com a madeira, criando uma sensação de oposição interessante
Mobiliário em aço – uma ótima opção para quem busca durabilidade e resistência.
Móveis Pedras – mármores, granitos e pedras sintéticas são exemplos de materiais frios que possuem grande peso e presença. Este é um material que deve ser usado com cuidado, pois combiná-lo com harmonia e elegância exige um bom estudo de volumes e de cor / textura;
Móveis de Plástico – é leve e descontraído. Permite criar combinações inusitadas (cores e texturas) e com isso uma decoração despojada e divertida, ideal para escritórios como agências de publicidade e ateliers.

Fonte: www.cliquearquitetura.com.br