Iluminação - Lustres ou pendentes?

Contate-nos
Categoria:
Notícias

A iluminação é ponto fundamental na ambientação, visto que às vezes ela não recebe a atenção devida por parte dos designers de interiores. Pois saibam que já existe até arquitetos e/ou decoradores especializados nessa área. São os light designers. Bom, pra começar, a primeira coisa que me ocorre com esta pergunta é qual o contexto que a peça será inserida.
Será necessário mesmo um lustre pendente? Ou pode ser um spot, uma luminária mais simples, uma peça embutida do teto… De acordo com o espaço disponível, o estilo do décor, o efeito luminoso desejado, poderemos pensar na peça mais apropriada.

Dica número 1: cuidado com a proporção. Volumetria é muito relevante nesta hora e muitas vezes vemos lustres por aí que são quase maior que a mesa!! O mercado oferece uma variedade imensa de modelos, então pense primeiro no efeito que você deseja: uma iluminação mais limpa ou algo mais acolhedor? Um efeito cênico ou algo mais funcional? Iluminação fria ou quente? Pense em todos esses detalhes e escolha de acordo com a sua necessidade.
Quanto ao estilo, é preciso que as peças se comuniquem e o lustre ou luminária esteja como elemento da composição. E uma dica sempre infalível: se estiver em dúvida, prefira as peças neutras.   O planejamento da iluminação de uma residência, por exemplo, acontece basicamente em três etapas:
1 – Iluminação arquitetônica: são os spots embutidos no teto, que têm como objetivo uniformizar a luz no ambiente, posicionados simetricamente e responsáveis por jogar a luz de cima para baixo.
2. Iluminação decorativa: lustres, pendentes, arandelas, etc. Ajuda a criar ambientes agradáveis e aconchegantes.
3. Iluminação portátil: abajures, luminárias e colunas. Aqui, deve-se prestar a atenção no ofuscamento, se a peça não oferece uma iluminação exagerada.

A diferença entre pendentes e lustres
Voltando ao nosso assunto, na hora de escolher sua peça de iluminação decorativa, é importante conhecer as diferenças entre elas. Enquanto os pendentes são compostos por peças sempre penduradas no teto, os lustres apresentam braços e costumam ser mais “classudos”.

Fonte:www.viniciusdemello.com