Decorando o quarto do bebê!

Contate-nos
Categoria:
Notícias

A escolha da cor do quarto do bebê normalmente vem depois do descobrimento do sexo. Se for menina, as mamães optam pelo rosa, lilás, roxo e cores mais voltadas para o magenta. Se for menino, o azul e o verde predominam na hora da escolha.
Para que não fique tudo para a última hora, a dica é que o quarto seja de cores neutras, que possam ser usadas para qualquer sexo. O branco, bege, cinza claro. Essas cores podem ser usadas para meninos e meninas e principalmente, deixam o ambiente leve, claro e podem receber decorações e enfeites de qualquer cor.
O importante é apostar nas cores mais fortes e chamativas que se adéquam para cada sexo, na hora de escolher enxoval, acessórios como abajures, caixinhas e painéis de madeira. Além disso, é muito importante que o bebê sinta tranquilidade e esteja calmo na hora de dormir, tomar banho, mamar, etc. e as cores muito escuras e fortes acabam desequilibrando o bebê.
Ouse nas cores da decoração, mas opte por cores neutras e claras para paredes e teto. Afinal, o importante é o bem estar do bebê. Lembre-se também das opções em papeis de parede neutros e com cores diversas, assim você pode usar uma cor que passe tranquilidade nas paredes e ousar em uma delas, optando por um belo papel de parede. Seguindo essas dicas, você pode aproveitar e esperar para saber o sexo do seu bebê apenas no dia que ele ou ela chegar!

Quarto do bebê personalizável
Quando chega um novo morador na casa, decorar o espacinho reservado para ele para ser um sonho e uma diversão para os pais. Pensar em cada pequeno detalhe, desde a cor até os objetos que vão compor o ambiente é uma atividade bastante prazerosa. Mas toda essa mudança tem um alto investimento. Por isso, na hora de decorar o quartinho do bebê você já precisa ir pensando em opções fáceis que acompanhem o crescimento do seu filho e satisfaça as necessidades do mesmo durante o maior tempo possível. Os quarto atemporais, que não envelhecem e são facilmente renovados ganharam espaço e hoje são opção da maioria das famílias.
Ao invés de investir em detalhes super infantis, cheios de móveis e objetos próprios para os recém-nascidos, o ideal é apostar em móveis que permanecem na decoração por vários anos. Exemplo disso são as bancadas que tenham a função de trocador e altura ideal para se transformada em uma mesa de estudos mais tarde. Mas decorar o quarto pensando na funcionalidade e longevidade dele não significa que o ambiente precise ser sem graça e sem personalidade, muito pelo contrário, é aí que os acessórios irão fazer toda a diferença.
A decoração dos detalhes é fundamental, é ela quem vai deixar o quartinho do jeito que a mamãe e o papai sempre sonharam.

Fonte: www.petaladourada.net